27 de jun de 2011

Há poucos dias teve início oficialmente o inverno brasileiro. Três meses de muito frio e chuva nas diversas regiões do país. E aí não faltam motivos para não sair de casa. Muitos treinos então vão por água abaixo, com essa parada brusca. Muitas pessoas já deixam de ir à academia, logo nas primeiras chuvas, outras desaparecem das corridas nos calçadões pelo friozinho da manhã pedir mais um pouco de cama.


Lá se vão os corpos QUASE definidos, o abdome QUASE tanquinho e os quilinhos perdidos começam a voltar, muitas vezes acompanhados de outros quilos. Isto por que, não bastasse a pausa no treino, o clima mais frio estimula um hábito pouco saudável, sentar horas na frente da TV ou computador, e comer tudo aquilo que a dieta pede para restringir.

Para quem fica preocupado com isso e pensa em evitar tal “desastre”, trago algumas dicas úteis para evitar tamanha perda com os dias afastados da academia. Alguns minutos de dedicação em casa vão ajudar a espantar o frio e garantir um estágio de “manutenção” no treinamento, para pegar mais pesado nos períodos mais quentes. Num bom planejamento, essa pausa pode ser programada e os objetivos seriam alcançados no tempo planejado.

O treinamento em casa ainda pode gerar alguns ganhos normalmente não focados com intensidade nos treinos na academia, como em equilíbrio, movimentos funcionais, pliometria, etc. Tais benefícios podem contribuir ainda mais com o decorrer dos treinamentos.

Mesmo sem a aparelhagem da academia há como treinar em casa de forma satisfatória. Pode-se ainda adquirir materias simples e baratos para incrementar os exercícios (como colchonetes, gym ball, rubber band, bastões, etc.). Veja alguns desses exercícios abaixo:



Abdominal: Pés presos sob o sofá

Prancha frontal: Isometria com bom trabalho abdominal














Tríceps: uma cadeira como apoio
Agachamento: pode-se utilizar da isometria
Peitoral: O velho exercício "marinheiro"




 Nas próximas postagens deixo algumas sugestões de treinos para os dias de chuva, mas saliento a importância de conversar com o professor sobre as melhores opções para seus objetivos, necessidades e limitações. Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá... Obrigado por comentar em meu blog... se desejar, deixe seu e-mail para contato! Continue acompanhando o trabalho!