15 de out de 2014

Síndrome Metabólica

Você certamente já deve ter ouvido falar nesse temo. Seja nos programas de TV que falam sobre saúde, em alguma reportagem sobre o tema, ou mesmo escrito na avaliação física da academia.  Tal condição nem sempre é bem compreendida, vamos neste post tentar fornecer um pouco mais de informação sobre este importante termo médico.
SM: Uma enfermidade pode ser estopim para outra
A síndrome metabólica (SM) é mais uma das provas do quanto nosso organismo é fortemente interligado. Como síndrome entendemos um conjunto de sinais e sintomas que podem estar relacionadas a uma ou mais doenças.  Assim a SM o conjunto de fatores de risco relacionados com o desenvolvimento de doenças cardíacas, acidente vascular cerebral(AVC), Diabetes tipo II, doenças renais, hepáticas, entre outros distúrbios.
Uma medida capaz de indicar o nível de risco para a SM é através da circunferência abdominal (maior que 88cm para mulheres ou 102cm para homens), mas alterações nas taxas de glicemia colesterol, triglicerídeos, hipertensão arterial e obesidade são também fortes indicadores.
Em Homens, a Circunferência considerada ideal é de até 94cm
Como quase sempre o sedentarismo e uma dieta inadequada podem levar a esse quadro e/ou agravá-lo. Estresse, envelhecimento, distúrbios do sono, maus hábitos como cigarro, álcool e outras drogas são outras causas. Normalmente acontecem vários desses fatores interligados. Se o indivíduo não se alimenta bem, não pratica exercícios, tende naturalmente a engordar, consequentemente tem suas taxas sanguíneas alteradas, o que pode desenvolver processos inflamatórios,  problemas vasculares, desenvolver hipertensão e diabetes e cada um dessas doenças tem a capacidade de agravar as outras.

E não há segredo na prevenção e tratamento desse mal. Mudar hábitos. Isso é urgente numa população que envelhece, engorda e desfruta cada vez menos de seus raros momentos de lazer. É importante ter informações de pelo menos 3 profissionais nesses casos: Endocrinologista, Nutricionista e um profissional de Educação Física.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá... Obrigado por comentar em meu blog... se desejar, deixe seu e-mail para contato! Continue acompanhando o trabalho!