18 de jan de 2011

Escolha sua academia (PARTE 1)

Em todo verão cresce a procura pela boa forma por homens e mulheres de todas as faixas etárias. O movimento nas praias, praças, clubes e academias é consideravelmente maior nessa época do ano.
Mas na hora de iniciar a prática de atividades físicas é importantelevar em consideração a adequação do espaço a ser escolhido no que se refere a modalidade que se pretende praticar bem como os objetivos que se deseja alcançar.
Nesta e na próxima postagem pretendo dar alguns conselhos aos interessados em escolher uma academia de ginástica para iniciar seus treinos. É notável nas academias particulares que elas tem um perfil bem definido (seja para os adeptos da musculação pesada, para os fãs das modalidades de ginástica, as top de linha, as específicas para mulheres, etc.)
E hoje vou começar pelo tipo mais comum de se encontrar por aí... Conhecidas como "academias de bairro", existem aos montes (especialmente nas periferias), com preço acessível, e são normalmente bem frequentadas. É preciso estar atento, muitas delas não são regularizadas, não possuem professores qualificados (existem os "instrutores", os 'marombeiros de carteirinha' que são convidados a "quebrar o galho" do dono), e não apresentam muito conforto. Mas numa pesquisa mais cuidados você encontra estabelecimentos como esse com uma qualidade até surpreendente, com serviços e atendimento acima da média, e cujo zelo do dono não deixa a desejar para boas e grandes academias da cidade.
O perfil deste tipo de academia, tem um notável aspecito "bruto", com um maquinário simples, muitos pesos, barras e anilhas, o conforto não é o forte (ar condicionado, nem pensar), mas o preço sempre em conta. O público é predominantemente masculino (geralmente há poucos atrativos para as mulheres), esse público busca por hipertrofia e definição muscular. Os grandões e fortões se encontram neste espaço. Em muitos casos os professores também são praticantes da musculação pesada, alguns inclusives atletas e competidores de culturismo.
Ao optar por este ambiente, certifique-se da qualidade e formação dos professores que vão lhe acompanhar, bem como o estado de manutenção do local, para sua própria segurança. Com tanta gente pegando pesado, é normal que as máquinas se desgastem muito rápido: ferrugem e cabos partindo são um péssimo sinal de desleixo do dono! Além de extremamente perigoso.
Portanto, esteja atento ao custo/benefício de treinar em locais como este. Mas se você pretende "puxar ferro a todo vapor" esse pode ser o melhor lugar, é só questão de saber procurar.

CONTINUA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá... Obrigado por comentar em meu blog... se desejar, deixe seu e-mail para contato! Continue acompanhando o trabalho!