17 de jan de 2009

MUSCULAÇÃO: Aprenda a gostar (parte II)


Dirigindo a palavra às mulheres, a intenção agora é tranquilizá-las. O treinamento de força comumente realizado em academia e BEM ORIENTADO não vai deixá-las de ombros ‘grandes’, braços, pescoço e voz grossos, nem costas mais largas... Não vai afetar sua feminilidade, deixando traços masculinizados. Ao contrário, o treinamento de força BEM CONDUZIDO só tende a enaltecer as suas formas.
Estamos falando de ’MULHERES COMUNS’, uma vez que atletas são regidas por um estilo de vida, treinamentos, dietas e fisiologia alterados, adaptados às suas especificidades.
Para acabar com esse medo de ficar exageradamente forte, recorremos à fisiologia hormonal, que difere entre homens e mulheres. A TESTOSTERONA, hormônio presente em abundância nos homens é BASTANTE LIMITADA nas mulheres. Este hormônio é responsável pelas características masculinas, pelo vigor físico, pela força e hipertrofia.
As mulheres são, portanto, limitadas neste sentido. A hipertrofia que conseguirá na musculação lhe trará todos os benefícios já citados anteriormente, além de ‘tornear’ as formas femininas (regidas pelo Estrogênio, este abundante em mulheres) , ajuda ainda a ‘queimar’ as ‘gorduras extras’ que porventura possam existir.
Convém ressaltar a importância do trabalho com profissionais da área, capacitados para planejar, orientar e acompanhar, bem com o controle nutricional adequado. Fazendo assim, os objetivos são alcançados em tempo hábil e sem maiores contratempos.

DEIXEMOS ENTÃO DE DESCULPAS!!!

Imagem: (www.desportodeginasio.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá... Obrigado por comentar em meu blog... se desejar, deixe seu e-mail para contato! Continue acompanhando o trabalho!