1 de ago de 2013

Por um serviço de qualidade

Achei este artigo no site do yahoo:
http://yahoo.minhavida.com.br/fitness/materias/4969-reconheca-a-hora-de-trocar-o-personal-trainer

Detesto os artigos que tratam de fitness colocados nesse site, mas este achei interessante e resolvi compatilhar com os leitores...


Reconheça a hora de trocar o personal trainer

Você se esforça e procura respeitar todas as lições que seu personal trainer passa. O problema é que os resultados não estão surtindo o efeito esperado e, para falar a verdade, seu professor não anda atendendo suas expectativas. Mas como descobrir se o problema realmente está nele? "Alguns professores se acomodam e acabam tirando a motivação dos alunos", afirma o personal Ivaldo Larentis, especialista do MinhaVida. Para reconhecer se o problema anda rondando seus treinos, confira as pistas que o especialista dá.

Ele falta e muda os horários de aula
Isso pode diminuir seu rendimento drasticamente, já que muitas aulas acabam perdidas e o corpo perde o pique por causa dos dias seguidos de descanso. Se nem o seu professor está comprometido, você também não vai conseguir se envolver diretamente com os exercícios. Essa atitude além de desestimulante, diminui os resultados.

A amizade é íntima demais
Nenhum problema em fazer do seu professor um amigo, ou vice-versa. Mas quando essa intimidade invade as aulas, a relação profissional tende a ficar complicada. Quando você ficar com preguiça, por exemplo, ele pode entrar na sua e abrir mão de exigir resultados. Se sentir que não consegue separar a amizade da hora do treino, o melhor é escolher um novo professor. Afinal, se ele é mesmo seu amigo, vai entender.

As repetições já estão cansativas
Você não agüenta mais praticar os mesmos exercícios. Quando pensa que vai mudar, lá vem ele com mais uma daquelas séries que você já decorou. O problema é um dos mais comuns e mostra dois erros: falta de comprometimento do professor, que não busca se atualizar e dar fôlego novo às aulas, e desatenção com você, que deve ter dado algum sinal de que deseja experimentar novos exercícios. E, na hora de buscar um novo professor, pergunte como funciona o plano de aulas que ele oferece, evitando o mesmo mal estar.

Faltam estímulos no treino
A aula nunca vai além da execução do treino e você tem a sensação de que um robô está ensinando a prática correta dos exercícios. Um professor que passa as aulas no próprio mundo, passa as séries e nem nota as suas dificuldades merece um pito. Principalmente no começo, é essencial que o professor te ajude e te estimule a gostar dos exercícios, caso contrário, você vai desistir rapidinho. Que tal procurar alguém que te dê força para seguir em frente? Existem vários professores que seguem essa linha.

Ele nunca conhece as novidades
Quando você comenta novidades, seu professor sempre faz cara de espanto. A repetição dos exercícios básicos dá o tom das aulas e o seu desempenho reflete a preguiça do professor. A falta de atualização não só prejudica os eu desempenho como faz você perder tempo. Além de ficar de olho nos lançamentos de aulas e aparelhos, um bom personal sempre lê os estudos e conhece as tendências não só da área de esportes, mas na de dieta também.

Muita orientação e pouca prática
Na hora da caminhada ou da corrida, ele fica olhando de longe e não faz a menor questão de acompanhar seu ritmo. Normalmente, a companhia é um dos agentes que mais motivam e explicação para muitos alunos procurarem o apoio de um personal. Ter o seu pique, de fato, não é papel do personal. Mas se você busca um parceiro, deixe isso claro na hora de contratar as aulas e troque o professor caso não se sinta atendido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá... Obrigado por comentar em meu blog... se desejar, deixe seu e-mail para contato! Continue acompanhando o trabalho!