5 de fev de 2011

Escolha a sua academia (PARTE 2)

Depois de falar nas academias dos marombeiros, ''puxadores de ferro", da turma da musculação pesada, e dos adeptos dos ambientes mais simples (até um tanto rústicos em alguns casos), vamos para um conceito diferente.
Normalmente o tipo de academia que vamos nos referir agora, tem valores progressivamente mais elevados que as demais, a depender da quantidade de serviços oferecidos, qualidade e quantidade dos equipamentos e profissionais para atender ao público. Na maioria das vezes não focam em apenas um público, ao contrário, estas visam atender a todos os interessados na prática de atividade física. Porém, notadamente, cada uma tem seu estilo próprio, consequentemente, um determinado público majoritário.
Das que mais limitam seu público, estão as específicas para o público feminino, normalmente se utilizando da metodologia de circuito em 30 minutos. Atende as mulheres como pessoas muito atarefadas que são, mas que buscam cuidar de si no pouco tempo que lhes sobra para isso. Não raro, fornecem outros serviços acoplados, como clínicas de estética, spa, salões de beleza, tudo num lugar só. Otimizar o tempo é a chave. Ambientes muito limpos, música adequada, materiais adaptados para a mulher. E nada da "macharada" azarando (OK! Para algumas isso nem é vantagem!)!

As academias "top de linha" estão dentre estas que "abraçam o mundo com as pernas". Muito caras é verdade, mas tem realmente de tudo! O Maquinário de primeira linha (com patrocínio das melhores marcas), em quantidades mais que suficientes, espaço sobrando, DJ ao vivo, uma infinidade de aulas de ginástica e outros serviços, pisicina, sauna, lanchonte, vestiários enormes, um conforto daqueles. E gente bonita, o que faz da academia um ponto de encontro bem interessante! Profissionais qualificados? Tem sim, especialmente se você puder pagar pelo serviço personalizado deles. Normal que atraia bem mais mulheres que as academias mais comuns, pelas opções de se fugir um pouco mais da musculação, que tantas odeiam.
O cuidado especial é com as que fazem "barulho" demais. Quero dizer que há academias que valorizam muito mais seu marketing que o serviço profissional que é fim da mesma! Afinal você não vai para academia apenas ver sorrisos lhe dando bom dia!

Um outro público mais específico procuram as academias que oferecem serviços de reabilitação, exstentes ainda em pequeno número e atendendo a um quantitativo cada vez maior de usuários. Este serviço de reabilitação normalmente está presente em algumas acedemias de grande porte também. E se incluem ainda neste grupo, os espaços de pilates, os SPAs, Hidroginástica e hidroterapia, entre outros. Aqui é importante tamém a presença de equipes multidisciplinares, fisioterapeutas, médicos, psicólogos, nutricionistas, além dos profissionais de educação física. Aqui os equipamentos e exercícios são adaptados para as limitações de cada aluno, o atendimento é mais próximo, e os profissionais devem ter uma formação mais específica para lidar com determinadas doenças, lesões e fatores de risco limitantes de cada indivíduo. Certamente não é um serviço barato.

Por fim, os espaços públicos. Estes também podem ser excelentes locais de promoção de saúde e beleza. Quando nenhuma modalidade dentro da academia agrada ao interessado em praticar exercícios, por que não um volei na praia? Uma corrida na praça? Ou um programa público de atividades físicas? O cuidado é ter profisisionais de qualidade por perto, quando se deseja praticar estas atividades por conta própria de forma sistematizada. Assim os objetivos são atingidos com maior facilidade e segurança. Além de desfrutar das belas paisagens que nossas cidades podem oferecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá... Obrigado por comentar em meu blog... se desejar, deixe seu e-mail para contato! Continue acompanhando o trabalho!