13 de ago de 2010

PITACANDO: A grande festa da democracia


À medida que o mês de Outubro de se aproxima, multiplicam-se os panfletos (jogados no chão), a criatividade musical (repetindo-se em alto e bom som) nos carros de som, os “pegapa-capá” nos debates, outdoors, e o famigerado Horário Eleitoral Gratuito. Eleições chegando... O povo exercendo um de seus direitos fundamentais: votar e ser votado, exercer o PODER que emana de si. A democracia claramente se fazendo presente.
À cada novo ciclo eleitoral, ganham mais força nos meios de comunicação, as decisões em prol da transparência, da honestidade, do respeito ao dinheiro público, das “fichas-limpas”. Mas fatos concretos por mim presenciados, não me deixam crer que essa melhora esteja de fato acontecendo.
Meus olhos enxergaram muito dinheiro jogado no lixo (ou goela adentro, para quem me entender...) por estes dias. Diversos galpões, bares, lojas, e qualquer espacinho mais amplo viraram comitês eleitorais dos candidatos. Um carro de som perto de minha casa anunciando por dias a inauguração de um desses: “Não perca, compareça!!!” E muita gente compareceu, eu que perdi o sono. Sim, claro, muito mais para apreciar a bela festa e as bebidas diversas, que para ouvir algo do candidato, ou do partido. As festas agora acontecem frequentemente, sem muito motivo. Num deles vi até uma barraquinha de uma grande marca de cerveja instalada lá.
De onde sai esse dinheiro custeando estas farras? Não me importa. Me preocupa muito é o fato de ver candidatos desconhecidos até então, buscando se eleger apenas se utilizando do velho pão-e-circo (bem moderno, é verdade!). Gastando muito sem ter feito nada, e, quando eleito, fazendo menos!
Parece bobagem, discurso revoltoso, apenas uma festinha aqui e ali. Descobri apenas dia desses que temos nove candidatos à presidência (você também não sabia???), Vi num debate seis candidatos a governador (nem sei se tem mais!), fico então tentando imaginar (não vou pesquisar isso), a quantidade total de candidatos a deputados federais e estaduais espalhados por este nosso “minúsculo” país. Já multiplicou agora a quantidade de festinhas? Povo alegre esse brasileiro!
Acabei de ouvir no rádio que hoje, numa Universidade da Cidade, foi lançado mais um comitê. Este, porém com um objetivo louvável, atuar prol da ética, da informação, cobrando e exigindo os direitos do cidadão, buscando uma eleição justa e correta. Utopia desses universitários? Talvez sim, mas muitíssimo melhor que estar parado. Pode ser até que lá esteja rolando alguma festinha também, se todo mundo pode não é?
Ainda somos muito passivos a toda esta bandalheira. Reclamamos, xingamos, desacreditamos (“na política só tem ladrão”), mas acabamos sempre fazendo nada. E pior, votando nos mesmos nomes, e esquecendo disto (lembra em quem você votou para deputado ou senador em 2006?).
Difícil exigir mudanças sem atitude. Fica tudo da 'boca pra fora'. E tudo permanece igual, com algumas inovações, como placas luminosas: Os buracos da avenida você não enxerga, mas aposto que viu o número do candidato!

Votemos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá... Obrigado por comentar em meu blog... se desejar, deixe seu e-mail para contato! Continue acompanhando o trabalho!